icone Logo

Música gospel. Músicas evangélicas, cantores, ritmos e exemplos

Perguntas e respostas sobre a música gospel ou evangélica. Principais cantores e músicas, hinários mais conhecidos, canto congregacional, grupo de louvor, críticas, rádio gospel e mais.

 

Qual a diferença entre gospel e evangélico?

A palavra gospel é da língua inglesa e significa evangelho. No Brasil gospel e evangélico são sinônimos, sendo um deles aplicado em inglês e outro em português, mas por conta da enorme influência que a língua inglesa exerce no Brasil e no mundo é comum que palavras em inglês entrem para o vocabulário brasileiro.

Qual a diferença da música evangélica para outros tipos de músicas?

Em termos de ritmo não há muita diferença, pois é possível encontrar na música gospel ritmos que são encontrados em outros tipos de músicas. A grande diferença talvez sejam as letras das composições e o propósito, já que este tipo de música tem ou deveria ter como principal finalidade o louvor a Deus e não o mercado fonográfico como ocorre com as músicas seculares.

O que é o canto congregacional?

Ocorre quando as pessoas que estão em uma igreja ou reunião qualquer cantam todos juntos. Este tipo de canto é bastante comum, inclusive em igrejas mais tradicionais, especialmente por aquelas que ainda preservam a tradição de usar um hinário.

Veja um exemplo: (PS: Está cortado no final, pois esgotou o espaço no meu celular para gravar o vídeo)

O que são cantores de igreja?

Cantores de igrejas são pessoas que embora sejam bom cantor, tenha até disco gravado, mas seu foco é cantar nas igrejas durante os cultos apenas. Alguns cantores mais tradicionais ainda seguem esta linha. Um bom exemplo pode ser visto abaixo do cantor Kalebe, com a belíssima canção: Paz no Vale:

Música do campo evangélica, existe?

Existe. Como já foi explicado acima, a música evangélica ou cristã não está presa a um estilo musical e portanto o estilo música do campo também pode ser adaptado para louvar a Deus. Um bom exemplo é a música “todas as manhãs”, interpretada por Silvestre Kuhlmann.

Voz e violão e a boa música

Existem várias músicas evangélicas interpretadas desta forma. Um bom exemplo são as músicas do cantor Marcos Almeida, como pode ser visto abaixo:

Quais os tipos e ritmos de música gospel?

Como explicado acima, em termos de ritmo é possível encontrar praticamente quase todos os ritmos, mas há algumas peculiaridades onde é possível encontrar alguns tipos mais comuns. Dentre eles temos:

  • Triunfalista: São músicas que exaltam muito o triunfo do cristão sobre o mundo. Esse tipo é bastante questionável, inclusive;
  • Militarista: Muitos podem não perceber, mas existe uma infinidade de músicas ou hinos em estilo militar, claro que adaptado à luta ou guerra que o cristão vive. Diversos hinos da Harpa Cristã seguem este estilo;
  • Louvorzão: O termo ficou inclusive um pouco banalizado, mas é um estilo de música entoado pelos principais artistas e bandas gospel, acompanhado pela plateia. É comum em muitas igrejas ou mesmo em shows gospel;
  • Rock gospel: Existem muitas bandas de rock cristão. É controverso e encontra muita resistência, especialmente entre os cristãos mais tradicionais;
  • Funk, Rap e outros: Sim, existe. Não sei falar muito sobre isso e como contextualizar isto na música cristã. Os apoiadores desses estilos alegam que é útil para evangelizar as pessoas que curtem este estilo de vida;
  • Comum: Mas talvez o estilo mais popular seja o comum, ou seja, é a música evangélica cantada por todos e com o objetivo de louvar a Deus. Não tem um ritmo predominante ou pode ser classificado como estilo próprio. Geralmente ela é lenta, calma e nos leva a reflexão.

O que é música sacra?

Música sacra é o tipo de música criada e usada para o louvor a Deus. Ela não está presa a um estilo musical, ritmo ou ainda não está presa a grupos específicos. São letras escritas de acordo com os ensinos da Bíblia e que expressão a gratidão a Deus ou exaltam a grandeza de Deus, o sacrifício de Jesus Cristo, a obra do Espírito Santo ou de maneira geral enaltece tudo aquilo que é bom, justo e que agrada a Deus.

Veja um bom exemplo:

É possível separar na música o sacro do profano?

Esta é uma pergunta difícil de responder e possivelmente a resposta não seja um consenso. Geralmente os cristãos sempre tentam separar sim e até certo ponto todos concordam com isso. O mais difícil aqui é definir o que é sacro e o que é profano. Basicamente costumo separar a música em três categorias e não em duas. Sendo:

  • Sacra: É a música conforme expliquei na pergunta anterior;
  • Secular: É a música que muitos não atribuiriam a ela o caráter sacro ou evangélica, mas o que ela expressa não fere os princípios bíblicos. Pode ser uma música sertaneja, popular, um hino nacionalista, infantil, entre outras;
  • Profana: É o tipo de música que de alguma forma enaltece o mal, a mentira, a traição, a vida desregrada, o egocentrismo ou faz qualquer tipo de afronta a Deus ou tudo aquilo que a Bíblia nos apresenta como sagrado.

O que são grupos de louvores?

São compostos por várias pessoas com habilidades musicais diferentes, como cantores e instrumentistas variados. Em muitas igrejas eles são responsáveis pela parte musical do culto cristão, já em outras congregações eles atuam em parte apenas, ficando a outra parte para o canto congregacional.

Veja um exemplo:

O que é louvor?

Louvor não está restrito a música, mas é através da forma musical que muitos expressam seu louvor. O termo pode ser entendido como fazer apologia a algo ou a alguém, falar bem, elogiar, glorificar, entre outras definições. Isto pode ser feito verbalmente, falado ou cantado, ou mesmo através de nossas ações.

Qual a diferença entre hino e música?

São sinônimos? Acho que sim, pelo menos não consigo ver uma diferença clara entre um termo e outro. Talvez a diferença esteja no tempo, pois antigamente parece que era mais comum usar o termo hino e hoje é mais comum usar música.

Na verdade existe diferença entre uma coisa e outra, pois o hino está mais associado a um estilo musical, como podemos perceber muito bem nos hinos nacionalistas, como o Hino Nacional Brasileiro, Hino da Bandeira, entre outros, ou mesmos nos hinos dos times de futebol, por exemplo. Já a música é geral e compreende todos os estilos.

Quando digo não perceber muita diferença, me refiro a música evangélica, já que muitos hinos do passado, hoje são chamados apenas de música.

Quais os principais hinários?

  • Harpa Cristã, popular nas Assembleias de Deus;
  • Cantor Cristão, popular nas igrejas Batistas, salvo engano, hoje é usado apenas nas igrejas mais tradicionais;
  • Hinário da CCB – Congregação Cristã no Brasil;
  • Hinário Adventista, usado nas Igrejas Adventista do Sétimo Dia;
  • Hinário Luterano, popular nas igrejas Luteranas;
  • Entre outros.

OS hinos dos hinários são diferentes ou iguais?

Boa parte é distinta, mas há várias composições que podem ser encontradas em hinários diferentes. Como exemplo os seguintes hinos constam tanto no Cantor Cristão, como na Harpa Cristã:

  • Manso e suave (CC: 222 / HC: 568)
  • Ó minha alma sem demora (CC: 205) / Adoração reconhecida (HC: 51)
  • Noite de paz (CC: 30 / HC: 120)
  • Da linda pátria estou mui longe (CC: 484) / Exilado (HC: 36)
  • Sossegai (CC: 328 / HC: 578)
  • Vencendo vem Jesus (CC: 112 / HC: 525)
  • Deus cuidará de ti (CC: 344 / HC: 4)
  • Entre outros.

Quais os principais cantores evangélicos no Brasil?

Fernandinho, Aline Barros, Cassiane, Fernanda Brum, Ana Paula Valadão, André Valadão, Paulo Baruk, Leonardo Gonçalves, Marcos Almeida, Heloisa Rosa, Cristina Mel, Asaph Borba, Gabriela Rocha, Vitorino Silva, Luiz de Carvalho (in memoriam), Sérgio Lopes, Lilia Paz, Nani Azevedo, Alda Célia, Soraya Morais, Eyshila, entre tantos outros.

E no exterior?

Lá fora a música evangélica é bastante expressiva, inclusive influencia muito o que se faz aqui no Brasil. Entre os principais cantores ou bandas gospel, temos: Kari Jobe, Amy Grant, Hillsong, Michael W. Smith, Marcos Witt, Jesus Culture, Bethel Music, entre outros. Veja abaixo um exemplo da Kari Jobe:

Há no cenário internacional cantores famosos que mesclaram musica secular e gospel, como é o caso do Elvis Presley, como pode ser visto abaixo:

Quais as críticas à música e artistas evangélicos?

Existem muitas, mas muitas críticas ao estilo gospel. Algumas dessas críticas são plausíveis, outras refletem apenas a necessidade de criticar, algo muito comum no meio evangélico. Entre as que julgo ser válidas, existe a crítica ao mercado que se formou, onde o louvor é substituído pelo ganho financeiro e popularidade apenas. Também, em muitos casos as letras são pobres e por que não dizer até estranhas para o estilo de música sacra. Ritmos extravagantes como funk, rap e rock pesado também são alvos de críticas e neste caso entendo não ser compatível com o gênero cristão.

As músicas evangélicas antigas são melhores que as atuais?

Isto está relacionado com a pergunta anterior, pois muitos alegam que a música gospel atual foi banalizada e portanto as músicas antigas são melhores por não ter esta banalização. Isto é verdadeiro em partes, mas é preciso levar em conta que nem tudo foi banalizado e há boas músicas sendo produzidas atualmente. Aqui entra a difícil tarefa, que muito não gostam de fazer, de separar o joio do trigo.

Veja um exemplo de música evangélica antiga:

E abaixo um exemplo de uma música evangélica atual e que julgo de boa qualidade:

Existe música evangélica infantil?

Sim. Existem muitas e também muitas cantoras que produz e interpreta músicas para crianças seguindo o estilo gospel ou cristão. Cristina Mel, Aline Barros, Ana Paula Valadão, Tia Keyla, entre outras já fizeram música para o público infantil. Veja um exemplo abaixo:

Qual é a música gospel mais famosa?

Existem várias que são muito conhecidas e cantadas em vários lugares. Como exemplo temos: Grandioso és tu, Tú és fiel Senhor, Noite de Paz, entre outras. Mas talvez a música mais conhecida e cantada seja mesmo Amazing Grace ou Graça Maravilhosa. Abaixo uma das mais belas interpretações instrumentais desta música. André Rieu e sua fantástica orquestra.

O importante é a letra, ritmo ou o que vale mesmo é o coração?

Tudo é importante. A letra precisa refletir a adoração a Deus, o ritmo precisa tocar nossa alma e não nos ofender e nosso coração precisa ser sincero. A música como louvou é uma grande obra e certamente agrada a Deus, desde que tudo seja feito para Deus.

Existe música judaica que fala de Jesus Cristo?

Sim, existe. Aliás, algumas delas são belíssimas. Existe inclusive uma rádio que toca músicas messiânicas: http://www.radioyeshua.com

Para quem gosta de boa música, há uma canção hebraica que é na verdade nacionalista, mas é muito bonita e conhecida mundo a fora. Ela se chama: Yerushalaim Shel Zahav (Jerusalém de Ouro). Composta em 1967 por Naomi Shemer, a música descreve o anseio, por dois mil anos, do povo judeu em voltar para Jerusalém.

Onde encontrar rádio evangélica que toca boas músicas?

Existem muitas rádios gospel que toca boas músicas evangélicas. Eu gosto e ouço a Trans Mundial que além da programação normal com programas cristãos, tem um canal específico de música cristã de excelente qualidade. O endereço é este: http://www.transmundial.org.br/interna/radio/radio-trans-mundial-songs

 


Faltou alguma informação? Inclua mais uma pergunta com a resposta

Sua Pergunta: (Algo relevante sobre o assunto que não foi citado acima)

Responda a sua pergunta:

    Estou de acordo com o termo de uso